sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Caos em Pedrinhas volta a ser destaque na imprensa nacional

BBC Brasil  recebeu  fotos da situação atual de Pedrinhas
BBC Brasil recebeu fotos da situação atual de Pedrinhas
07-10-16
O Sistema Penitenciário do Maranhão, mais especificamente, o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, voltou a ser destaque na imprensa nacional. Desta vez, uma reportagem da BBC Brasil, revelou, por meio de fotos, o estado precário em que os detentos vivem dentro das unidades prisionais.
Segundo a reportagem, as fotos são de três presídios diferentes que fazem parte do Complexo de Pedrinhas. Nelas, é possível ver celas superlotadas e, ainda, um local de castigo, que é para onde são encaminhados quem recebe medida disciplinar.
Em uma das celas registradas, por exemplo, a denúncia é de que vinte e quatro detentos se amontoam numa cela feita para abrigar apenas quatro, onde dormem sobre o concreto, sem colchões nem travesseiros.
A reportagem alerta ainda que do último dia 30 até hoje, dia 07 de outubro, três detentos foram encontrados mortos dentro de Pedrinhas. Os números chegam a 79, se somados aos casos ocorridos desde 2013.
A BBB mostrou as condições em que estão os detentos à Sociedade Maranhense de Direitos Humanos e a Conectas, que são organizações que acompanham a situação no presídio. Ambos relataram ter verificado algo parecido no fim de setembro.
Em resposta, o governo do Estado, por meio de nota da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), voltou a culpar a gestão anterior e tentou mostrar avanços de sua gestão.
A verdade é que a promessa feita por Flávio Dino, durante entrevista concedida em novembro de 2015 ao Programa Roda Viva (relembre aqui), sobre retomar o poder do Estado no Sistema Penitenciário nunca se concretizou.
As facções seguem dando ordem no sistema e fora dele, e, além disso, conforme é visto nas fotos da matéria da BBC, nem de longe houve mudanças significativas dentro das unidades como o governo tanto afirma.  FONTE BLOG DO LUIS PABLO
             PORTAL CARLOS NOTICIAS
pedrinhas-2
pedrinhas-3
pedrinhas-4

0 comentários :

Postar um comentário