terça-feira, 2 de julho de 2013

Dupla aplica 'saidinha bancária' contra policial militar no São Francisco em São Luis.. olha a cara desses sem futuro !

Dupla aplica 'saidinha bancária' contra policial militar no São Francisco em São Luis





Dois homens foram presos em flagrante ontem à tarde, no bairro Renascença, depois de praticarem uma saidinha bancária no valor de R$ 2.800,00 contra um policial militar, na porta do Banco do Brasil, no bairro São Francisco. Com a dupla, as polícias Civil e Militar conseguiram apreender duas armas de fogo, dois veículos e parte do dinheiro roubado.

Flávio Júlio de Oliveira Rodrigues, conhecido como Queixo de Rebeca, de 22 anos, morador da Vila Ariri (área do bairro Anjo da Guarda), e Wingston Luis Santos Correa, o Negão, de 30 anos, morador do bairro Aurora, foram cercados no estacionamento do Tropical Shopping. Segundo a polícia, eles agiram em companhia de um terceiro assaltante, oriundo do estado do Pará.

"Os policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais [Seic] e do Serviço de Inteligência da Polícia Militar identificaram este criminoso, que se evadiu, apenas pelo apelido de San, que seria paraense. Eles estavam em uma Honda CG 150 vermelha [HPX-578] e em um Peugeot 307 preto [NHF-4782]", disse o delegado Agnaldo Timóteo Carvalho.

Além dos veículos, foram apreendidos com a dupla um revólver calibre 38, uma pistola calibre ponto 40, roubada da PM do Pará; várias munições e R$ 1.800,00. Na delegacia especializada, a vítima foi identificada como Moisés Araújo Costa, conhecido entre os colegas de farda como cabo M. Costa, lotado na Companhia de Guarda Independente (Palácio dos Leões).

De acordo com a polícia, depois que assaltaram o militar, os bandidos planejavam fazer outra vítima, que estava prestes a sair da agência da Caixa Econômica Federal (CEF), no Monumental Shopping, no bairro Renascença. Flávio Júlio Rodrigues e Wingston Luis Correa foram autuados em flagrante pelo crime de roubo qualificado pelo emprego de arma de fogo e concurso de pessoas.

Golpe - Ainda ontem, policiais lotados na 7ª Companhia Independente da Polícia Militar, sediada em Rosário, prenderam no sábado (29) Maylson Farias Marques, de 18 anos, por uso de nota falsa. A detenção ocorreu em um arraial do Parque Junino, no centro daquele município.

De acordo com a polícia, o golpista tentou fazer um pagamento em uma barraca utilizando uma nota de R$ 100,00. O proprietário do estabelecimento percebeu que a nota era falsa e acionou a polícia.

Maylson Farias foi conduzido à 1ª Delegacia Regional em Rosário e autuado em flagrante delito pelo delegado plantonista, José Hildo de Melo Cordeiro, pelo crime de moeda falsa. Após prestar depoimento, por ordem judicial, ele foi liberado.




0 comentários :

Postar um comentário