sexta-feira, 21 de junho de 2013

Após protestos, São Luís contabiliza danos ao patrimônio público

Do G1 MA com informações da TV Mirante
s
Nome do protesto foi pichado nas paredes da Prefeitura (Foto: Teresa Dias/G1)Nome do protesto foi pichado nas paredes da
Prefeitura (Foto: Teresa Dias/G1)
Após os protestos realizados no Centro deSão Luís na noite de ontem (19), os rastros de vandalismo promovidos por um pequeno grupo são evidentes na Praça Dom Pedro II, onde ficam as sedes dos governos municipal e estadual.
O Palácio La Ravardiere, onde funciona a sede da Prefeitura de São Luís, é o que mais apresenta depredações. As janelas quebradas e paredes da fachada pichadas ainda podem ser vistas na manhã desta quinta-feira (20). O Palácio dos Leões também sofreu problemas causados pelas pedras atiradas em direção ao edifício. O gramado e as luminárias do jardim também foram danificados.
De acordo com reportagem da TV Mirante, a Prefeitura de São Luís informou que reitera o respeito ao movimento "Vem Pra Rua São Luís" e permanece aberta ao diálogo sobre a pauta de reivindicações, mas lamenta atos isolados de vandalismos ao patrimônio público.
O local foi limpo nas primeiras horas da manhã de hoje. O expediente é normal, tanto na sede da prefeitura quanto no Palácio dos Leões. Os dois edifícios são tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e fazem parte do acervo do Centro Histórico de São Luís, titulado pela Unesco como Patrimônio Mundial da Humanidade.
Policial saindo ferido do protesto em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)Policial saindo ferido do protesto em São Luís
(Foto: Reprodução/TV Mirante
)
Presos e feridos
De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA), quatro pessoas foram presas no protesto de ontem (20).
Entre os feridos, quatro policiais e um professor. Todos foram atingidos por pedras jogadas por vândalos.

0 comentários :

Postar um comentário